fbpx
Escolha uma Página

Projeto Ler liberta

Projeto de Extensão

Remição pela leitura


Coordenado pela professora Juliana Ferrari, o projeto, iniciado no ano de 2018, é desenvolvido no sistema prisional capixaba, em parceria entre o Governo do Estado, por meio da SEJUS e a Faculdade de Direito de Vitória (FDV).

Sobre o projeto

A remição pela leitura é uma realidade consolidada em vários estados brasileiros mas ainda incipiente no estado do Espírito Santo. Trata-se de uma das formas de efetivação da remição pelo estudo, prevista no parágrafo 2o do artigo 126 da Lei de Execuções Penais, que se encontra prevista Recomendação n. 44/2013 do Conselho Nacional de Justiça. Recomendação essa que visa inserir, aos apenados que não participam dos programas de remição pelo trabalho e pelo estudo, a atividade de leitura e produção de texto como possibilidade de remição da pena.

Como parte integrante do processo educacional, a leitura pode contribuir para a reinserção do sujeito privado de liberdade na sociedade, porque transforma e liberta, ao mesmo tempo em que motiva o desenvolvimento de valores humanos e a construção do conhecimento.

Compreender e interpretar um texto requer saberes que precisam ser desenvolvidos e que vão muito além da simples junção mecânica de palavras ou frases. Compreender um texto é compreender a si mesmo, à sociedade e ao contexto em que se vive. Por isso, fala-se na leitura como possibilidade de ampliação da visão e reflexão sobre o mundo.

O resultado é enviado pela Unidade Prisional, por ofício, ao juiz da Execução Penal, para que este decida sobre o aproveitamento a título de remição da pena.

Seus principais objetivos são:

 I. Possibilitar aos reeducandos do Sistema Penitenciário a oportunidade da remição de pena, através da leitura e confecção de resenha crítica;

 II. Incentivar a leitura como elemento facilitador de uma tomada de consciência de pessoas privadas de liberdade, visando a melhorar as suas condições de regresso à sociedade;

 III. Desenvolver a escrita como forma criativa de expressão.

  

Obras trabalhadas em 2018:

– A menina que roubava livros, de Markus Zusak

– O vendedor de sonhos, de Augusto Curi

– Os espiões, de Luiz Fernando Veríssimo

 

Etapas do projeto

R

Primeiro encontro

Entrega da obra e informações básicas referente ao projeto, bem como orientações sobre leitura e interpretação de texto.

R

Segundo encontro

Produção de texto e respostas objetivas sobre a obra. Após a produção dos textos, os membros do projeto avaliam os trabalhos produzidos, observando os aspectos relacionados à compreensão e compatibilidade do texto com o livro trabalhado.

R

Terceiro encontro

Roda de debate referente à obra e às redações produzidas, buscando refletir sobre os aspectos positivos que possam contribuir para reinserção social do leitor e os pontos que precisam ser melhorados nas produções.

Coordenação

Juliana Ferrari de Oliveira

Juliana Ferrari de Oliveira

Coordenadora Pedagógiica do curso de Graduação em Direito da FDV

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Mestre em Linguística Aplicada e Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Especialista em Língua Inglesa pela Universidade Federal do Espírito Santo, UFES. Graduada em Letras pela Universidade Federal do Espírito Santo, UFES. Professora de Metodologia da Pesquisa. Professora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direitos e Garantias Fundamentais. Coordenadora Pedagógica do Curso de Graduação em Direito. 

Currículo Lattes    julianaferrari@fdv.br

Fotos do projeto

Fale conosco

Envie uma mensagem

2 + 9 =

Encontre-nos

Endereço: O campus da Faculdade de Direito de Vitória – FDV – está localizado na rua Juiz Alexandre Martins de Castro Filho, nº 215, Santa Lucia, Vitória – ES, CEP 29056-295.

Telefone: (27) 3041-3672.

X